BLOG DA MD

Clima mais quente é favorável à proliferação de vetores de doenças

25/01/2019
11:08:35

As temperaturas altas desde o final do ano passado, aliado ao período de chuvas constantes, são um ambiente propício para a proliferação de vetores, como insetos (como o Aedes aegypti), escorpiões, ratos, baratas, entre outras pragas urbanas. Estes vetores são responsáveis por muitos acidentes e transmissão de doenças, mas a prevenção é até simples: manter os ambientes limpos.

Os fatores que os atraem são a umidade, aglomeração de entulhos, restos de construção e acúmulo de lixo, ambientes propícios para se abrigarem. Por isso, é imprescindível manter quintais limpos e sem o acúmulo de água (no caso da proliferação do mosquito Aedes aegypti).

Escorpiões
Nesta semana a Prefeitura de Campo Largo fez um alerta com relação aos acidentes com escorpiões, já que este período do ano é o de maior ocorrência. Embora a região não tenha registro de casos graves, no ano de 2017 foram registrados no Paraná mais de 17 mil acidentes com animais peçonhentos, sendo 2.396 por picada de escorpião com 3 óbitos. Em 2018, entre janeiro e outubro, o Estado contabilizou mais de 11 mil acidentes com peçonhentos, sendo que as picadas de escorpiões somaram 1.879 casos, com a confirmação de dois óbitos.

Segundo dados do Ministério da Saúde, os acidentes com este animal têm crescido e apenas em 2018 foram registrados 141,1 mil casos no Brasil, cerca de 16 acidentes por hora.

Chuvas
Contudo, o período de chuvas, às vezes de forte intensidade, também colabora para o contato das espécies com o homem. Os temporais por vezes acabam destruindo os abrigos dos vetores, que ao procurar um novo local, podem invadir os espaços ocupados pelo ser humano — ou vice-versa. Por isso, em dias de chuva forte é necessária atenção dentro de casa, com as roupas e calçados especialmente.

Fonte: www.bemparana.com.br

Foto: Internet /Google /Divulgação /Sesa-PR

Deixe um comentário

Nome *

E-mail *

Mensagem *